Sobre Nós

Na FK-Biotec, desenvolvemos uma imunoterapia de câncer baseada em células autólogas.

Nosso produto principal, o FK-PC101, é para o tratamento de pacientes com câncer de próstata com maior risco de recorrência após prostatectomia. O FK-PC101 é baseado em uma tecnologia patenteada, na qual as próprias células tumorais do paciente são utilizadas para criar Células Tumorais Apresentadoras de Antígeno (CTAA). Pacientes imunizados com CTAAs personalizadas têm uma resposta imune multi-neoantígena contra as células cancerígenas, resultando em uma resposta clínica significativa.

Sem necessidade de longas horas de infusão

Nossa Equipe

Fernando Kreutz, PhD. CEO

Fernando Kreutz

A pesquisa pioneira do Dr. Kreutz nos anos 90 levou à descoberta de que células cancerígenas tratadas com hIFN-y apresentavam MHC Classe II, possibilitando a ativação de células T auxiliares CD4 +, que desempenham um papel central no sistema imunológico.

Ao desenvolver um tratamento personalizado com a célula do paciente, ele encontrou uma maneira de fazer o sistema imunológico humano detectar as células cancerígenas e atacá-las - possibilitando ao corpo cuidar da ameaça do câncer.

Através de mais investigação e desenvolvimento, o Dr. Keuts fundou a FK Biotec - uma empresa de biotecnologia focada no desenvolvimento de novas terapias para doenças crônicas.

Sam Silva, PhD. VP de Desenvolvimento de Negócios

Sam Silva

Sam traz vários anos de experiência na indústria farmacêutica. Ele ocupou cargos de liderança em pequenas empresas de biofarma, farmacêutica contratada, bem como em uma grande organização farmacêutica global. Ele traz uma expertise no assunto de pequenas e grandes moléculas, além de produtos biológicos. Como executivo farmacêutico, Sam liderou equipes globais de desenvolvimento de medicamentos e lançou novos medicamentos nos EUA e na Europa.

Ele traz um histórico de sucesso no desenvolvimento de medicamentos, licenciamento e aquisição de tecnologia, onde fechou mais de 30 transações de tecnologia.

Personalize o seu tratamento

Nossa História

Nossa História

A FK Biotec (FK Biotecnologia S.A.) é uma empresa de estágio clínico de capital fechado com operações na Carolina do Norte (EUA), Brasil e Canadá.

Fundada em 1999 (Brasil) pelo empresário PhD. MD. Fernando Thomé Kreutz, a empresa atua em pesquisa, desenvolvimento e inovação em imunodiagnóstico humano e vacina anticâncer autóloga. A FK Biotec desenvolveu uma plataforma de imunoterapia de câncer de células tumorais autólogas.

A FK Biotec é considerada um marco para a indústria biotecnológica brasileira, pois foi a primeira empresa de biotecnologia a receber capital de risco. A empresa atua como parceira / colaboradora do Instituto Nacional de Nanobiotecnologia (UnB), do Instituto Nacional de Pesquisa em Medicina (UFRGS) e do Projeto CABBIO (Centro Brasil-Argentina de Biotecnologia), através do CNPq.

Pioneira no desenvolvimento de uma terapia que visa estimular o sistema imunológico a reconhecer as anormalidades das células tumorais e destruí-las, a imunoterapia é feita a partir das células tumorais do paciente e gera uma forte resposta imune.

A empresa concluiu os ensaios clínicos de Fase I e Fase II no Brasil e agora, com a ajuda do IQVIA, acaba de receber o FDA Greenlight (Reunião Pré-IND) para os estudos clínicos de fase 2B / 3 nos Estados Unidos.

Produto

Imunoterapia Anti-Câncer

O FK-PC101 é uma nova imunoterapia personalizada que apresenta pacientes que possuem neoantígenos tumorais. Possui um modo de ação duplo, sendo capaz de ativar as células T citotóxicas CD8 + e as células T auxiliares CD4 +, resultando em uma resposta imune anticâncer forte e específica. Após a injeção, o FK-PC101 não apresentará apenas um neo antígeno de câncer no contexto do MHC I para células T citotóxicas CD8 + (não primitivas) ingênuas; mas também apresenta o antígeno não próprio às células T auxiliares CD4 + no contexto do MHC II.

O FK-PC101 consiste em células cancerígenas humanas autólogas que foram modificadas ‘ex vivo’ para expressar o Complexo Principal de Histocompatibilidade (MHC) II em sua superfície. Trata-se de uma imunoterapia com câncer de células personalizadas (autólogas) irradiada para tratamento de câncer de próstata de maior risco após prostatectomia.

A FK Biotec é a única empresa que desenvolve uma plataforma de imunoterapia contra o câncer que converte as células cancerígenas do próprio paciente em um estado de apresentação de antígeno ("Células Apresentadoras de Tumor"). O processo envolve o cultivo de células tumorais com uma combinação de citocinas em um meio específico, o que estimula a expressão de novo das moléculas de MHC classe II na superfície das células tumorais. Células tumorais sólidas, semelhantes a outras células não imunológicas, não apresentam naturalmente o MHC classe II, uma molécula criticamente responsável pela apresentação de peptídeos às células T auxiliares para desencadear uma resposta imune. Essas células tumorais modificadas ("Células Apresentadoras de Tumor") são então incubadas com um antígeno estranho, que é então internalizado, processado e exibido pelas células.

O FK-PC101 tem uma oportunidade significativa no mercado geral de câncer de próstata. Além disso, a plataforma de tecnologia proprietária da FK tem aplicabilidade a outros tratamentos de tumores sólidos (por exemplo, mama, cólon, pâncreas, etc.).

O FK-PC101 é administrado por via intradérmica uma vez por semana por 4 semanas, seguido de inoculação uma vez por mês pelos próximos dois meses e a última (sétima) inoculação ocorrerá três meses após a última dose mensal. Os ensaios clínicos de fase I e II foram conduzidos no Brasil, utilizando pacientes com câncer de próstata local avançado ou metastático. Os resultados de um estudo clínico de Fase II realizado no Brasil evidenciam que o tratamento proporciona uma redução de 51,7% na recorrência do PSA após 5 anos de terapia.

Resposta antitumoral clássica

Resposta Imune Convencional "Muito Pouco, Muito Tarde":

  • Caminho
    As células tumorais apresentam peptídeos tumorais na superfície celular via MHC Classe I, atraindo resposta das células T.
  • Limitações
    • Ativação mínimoa da via imune;
    • Nenhuma interação com células T helper;
    • A resposta de atígeno único limita o sinal.

Nova abordagem

Vax-P - Células Apresentadoras de Tumos - TPCs:

  • Caminho
    As Células Pré-Tumorais são cultivadas com um antígeno estranho e ativadas para a expressão de novo do MHC Classe I, que cria uma resposta de dois sinais das células T.
  • Vantagens
    • Interação com células T helper e células T citotóxicas;
    • Forte resposta imunológica específica do câncer;
    • Sinalização / resposta de antígenos múltiplos;
    • Alta especificidade do paciente (terapia celular autóloga).

Proteção de Patente

A empresa possui uma base sólida de propriedade intelectual e possui um extenso portfólio de patentes em sua plataforma e seu principal produto FK-PC101. As patentes da empresa fornecem proteção até 2038 e fornecem aos licenciantes em potencial um tempo significativo para gerar receita.

Em seu produto principal, FK-PC101, a cobertura inclui composição da matéria e método de uso e preparação de patentes.

Com relação à sua plataforma de descoberta, a cobertura inclui o processo de descoberta, engenharia e fabricação de produtos e processos associados

Patentes Emitidas

  • Alemanha Alemanha
  • Bélgica Bélgica
  • Brasil Brasil
  • USA Estados Unidos
  • França França
  • Holanda Holanda
  • Irlanda Irlanda
  • Japão Japão
  • Reino Unido Reino Unido
  • Suíça Suíça


Pending Patents

  • Canadá Canadá
  • Coréia do Sul Coréia do Sul
  • Hong Kong Hong Kong
  • Índia Índia

Procedimento com injeção ambulatorial

Voltar à homeMídia

Uma vacina que induz o sistema imunológico a destruir células do câncerZero Hora

14 MAY 2014

Veio como vêm muitas das descobertas em ciência - por acaso - o momento eureca de Fernando Kreutz, pesquisador da PUCRS.

- Estava fazendo um experimento que tinha planejado com 12 tubos, mas sobraram células, então fiz com 15. Nesses três a mais, pensei, vou botar um outro reagente,